Google+ Followers

terça-feira, 29 de janeiro de 2008

Poeminha acidulante



filhinho, querido,
estamos no séculuvintium,
na era de aquário, nos portal dos tempos;

portanto, não seja tolinho,

se quiser vencer na vida,
ter carrão, casona na praia
e mil loiras por semana
não estude, não faz falta
olha o presidente, o tanto que manda
e o nada que lê,
os churrascões que manda fazer,
a vida boa que leva;
então, filhinho,
deixa o diploma pra lá,

vai bater uma bolinha,
calçar chuteira, virar o tal,
agora o lance é ser
centroavante
metrossexual.

Nenhum comentário: