Google+ Followers

segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

Colo e cafuné

A cortesia masculina foi perdida.

Enrolamo-nos em uma fiação pobrezinha de bíceps, testosterona e atos de auto-afirmação...cantar os pneus do carro, acelerar muito e achar bonito ser polivalente no amor e canalha nos atos.

A mulher esperava mais de nós, senhores. E cansou-se.

Hoje, a mulher se refugia em si mesma ou falseia nossos atos assombrosos. Quer ser predadora também.

Mas o bom colo e o velho cafuné ainda guardam em si a essência plena do amor que queremos todos.

O acolhimento e a cortesia ainda calam mais fundo que a bundoignorância, a ditadura da casquinha.

Nenhum comentário: