Google+ Followers

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

poemasmeus- 8

fúria em flor dos meus dias,
adormece no colo dela,
arrebata o acolhimento, deita o sal,
faz teu momento,
descaminha toda rota, açoita o tempo
aniquila os traços das mãos,
derrama meu mar, naufraga tudo,
faz meu verbo ser mais mudo,
rodopia todo abraço,
três tulipas em profusão,
fúria em flor dos meus dias,
traz a crença no improvável,
deita o mundo,
cega a faca,
flamenqueia o sol
e
dorme.

Nenhum comentário: