Google+ Followers

sexta-feira, 31 de julho de 2009

poemasmeus35542

sobre teu ventre girassóis
dos meus beijos forjados
em brasa e ferro romano;

meu amor é de render-me;

sobre teus ombros as tulipas
dos verões que recolhi de Sevilla,
e meus beijos edificados
por letrinhas e alfabetos;

meu amor é de querer-te;

sobre tua figura,
todo o céu dos meus vermelhos,
e a mansa calma da toscana:
arde-me o limite de toda pele;
quero-te acima dos andes.

Nenhum comentário: