Google+ Followers

quinta-feira, 9 de julho de 2009

poemasmeus 7221

meus olhos engolem
tuas sombras de dentro;

vou fundo no fundo,
entro, meto, arremeto
invado;

vejo, vasculho, lanço,
esculhambo e arranco;

quando olho, vejo
e constato:

meus olhos são
olhos bem não
convidados.

Nenhum comentário: